sábado, dezembro 24, 2005

Mar Adentro


mar adentro
mar adentro
e na leveza do fundo
onde se realizam os sonhos
se juntam duas vontades
para realizar um desejo
seu olhar e meu olhar
como em eco, repetindo, sem palavras
mais adentro
mais adentro
pelo sangue e pelos ossos
mas eu acordo sempre
e sempre quero estar morto
para continuar com minha
boca enredada em seus cabelos.

(Sonhos - Ramón Sampedro)
###
" liberdade sem vida não é liberdade; uma vida sem liberdade não é vida."
Preciso dizer mais alguma coisa??
Um Feliz Natal a todos.

3 comentários:

Roda_de_fogo disse...

soh to passando pra deixar um "oi" :)

thais disse...

ooooow little!
lindooo!!
me orgulho mais a cada dia
de ter vc do meu lado!
te amo
beijos

carlla :* disse...

ÔÔ :)
muito bom :D
foi tu que escreveu?
para de ser escritor profissional higgo! OIHAIHOAHIOAHIO
chega da vontade de escrever assim :D
beijo