quinta-feira, dezembro 07, 2006

Amarras


Entrelaço minhas amarras nas suas
Envolvo os tecidos elásticos em teu pescoço
e sigo como sombra da tua sombra em teu encalço
torcendo para que o nó que te afasta
resista aos sofregares de sua voz sem ar
e não desuna minhas pernas envoltas nas tuas costas

Com um calço, seus passos são os meus
como um laço, abraço os braços seus
como um pedaço, colo meu corpo ao seu
e me desfaço, nas desventuras do adeus

mas se refaço, é porque desejo carinhos teus
sob o contraste da dureza dos olhos de Deus.





6 comentários:

beth disse...

LINDO!

Aleriane disse...

Amei!!!!!!!!!!!
Tenho orgunho de ter um amigo que escreve tão bem!
Não esquece de mim quando ficar famoso!e rico!KKKKKKKKKKKKK
Te amoooooooooo!!!!!!!!!!
Beijos!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

tu se supera a cada poesia!
fantastica essa!
=D

thais disse...

thais ai em cima

Anônimo disse...

muito bonito! foi vc quem fez? bjs

Higgo disse...

Sim!