quinta-feira, setembro 04, 2008

Gelo e inferno


Chegou setembro e com ele o sol (mais sol). Uma calota se desprendeu. Ursos pulam de gelo em gelo. Na minha parada de ônibus, passou um veículo alternativo e espirrou fumaça preta na gente. Cheguei ao trabalho com cheiro de inferno-diesel. Isso não me aperreia tanto quanto visualizar ursos morrendo afogados por não ter onde ficar. Eu chegaria todo dia com cheiro de inferno, pra que o gelo dos ursos congelasse novamente. Pensando bem, não chegaria não. Porque é a fumaça do meu inferno que derrete o gelo de quem não tem nada a ver com isso.

2 comentários:

Line disse...

Ou seja, nós andariamos a pé todo dia pra não ver essa cena?!
Oo
Somos uns idiotinhas e hipócritas!
:( como faz pra não ser?

wagner disse...

Cara esse inferno-diesel que você menciona em seu texto que derrete o gelo dos ursos , isso é um alerta a todos nós de certa forma essa fumaça preta do nosso inferno ,ela interfere no aquecimento global,asim nossos ursos serão as primeiras vitímas desse aquecimento.
Higgo gosto muito de seu blog abraços